Docentes na Educação Superior

Esse indicador mostra o número de professores na Educação Superior. Os dados são do Censo da Educação Superior realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Observa-se que o número de docentes passou de cerca de 220 mil em 2001 para quase 398 mil em 2016. Todos os anos pesquisados apresentaram crescimento em relação ao período anterior, exceto 2016 que apresentou uma queda de mais de 3 mil professores em comparação com 2015. Há a possibilidade de pesquisarmos também os valores de acordo com as redes das quais os alunos fazem parte, ou seja, se estão matriculados em faculdades privadas ou públicas, e dentro das públicas, se o curso é ministrado em uma instituição federal, estadual ou municipal. Quando comparamos as redes privada e pública, percebemos que a rede privada possuía mais professores em 2016: um pouco mais de 219 mil. Já a pública, contava com 178 mil docentes. O levantamento desses dados até 2007 incluía os seguintes tipos de organizações acadêmicas: universidades, centros universitários, faculdades, e CET/FaTs (Centros de Educação Tecnológica e Faculdades de Tecnologia ). A partir de 2008 esta última forma de organização foi substituída por IF/CEFET (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia e Centro Federal de Educação Tecnológica). Esta mudança de critérios de coleta pode gerar inconsistências na série histórica. É importante destacar que o mesmo professor pode exercer funções docentes em uma ou mais instituições e para a computação dos números consideram-se docentes em exercício e afastados.



Dados disponíveis para País, Região, Estado

Fonte: MEC/Inep/DEED/ Sinopse do Censo Superior